×

Adriene volta atrás e diz que fez o disparo no carro de Adriano


Adriene volta atrás e diz que fez o disparo no carro de Adriano

A estudante Adriene Cyrilo, atingida por um tiro na mão dentro do carro de Adriano na madrugada de sábado, mudou a sua versão inicial nesta quarta-feira, ao assumir a autoria do disparo. Após acareação e a reconstituição na 16ª DP (Barra da Tijuca), Adriene, chorando, decidiu mudar o depoimento.

- No final da acareação, diante dos questionamentos, ela decidiu recuar, chorou muito e disse que estava arrependida. Depois de muito vai e vem, ela disse que pegou a arma deliberamente e a arma detonou - revelou o delegado Fernando Reis, que contou como foi a reação de Adriano.

- Na saída, ele disse que estava aliviado e também chorou muito.

Na saída da delegacia, Adriano deu um sorriso e disse poucas palavras.

- Estou aliviado porque realmente as provas estão comprovando que eu não fiz o disparo.

Viviane Faria Adriano delegacia (Foto: Marcelo Baltar / Globoesporte.com)

O delegado disse, no entanto, que o inquérito não chegou ao fim.

- Esta foi mais uma etapa, mas não concluímos o inquérito. O fato de o depoimento dela bater com o testemunho dos outros e com a perícia técnica dá muita credibilidade à confissão, mas a investigação, de maneira nenhuma, chegou ao fim.

No final da acareação, diante dos questionamentos, ela decidiu recuar, chorou muito e disse que estava arrependida"
Fernando Reis, delegado

O caso será encaminhado ao Ministério Público.

- As provas estão sendo finalizadas. Terminado o inquérito, será encaminhado ao Ministério Público, que vai decidir ou pelo arquivamento ou pelo indiciamento de alguém.

A estudante de 20 anos recebeu alta do hospital Barra D'Or no início da tarde desta quarta-feira após passar por uma operação que durou cerca de 8h. Adriano e quatro das pessoas que estavam no carro (Júlio Cesar Barros - tenente da PM e amigo do jogador, Andreia Ximenes, Viviane Faria e Adriene Cyrilo) participaram da reconstituição do incidente. Uma policial faz as vezes de uma das mulheres que não compareceram à 16ª DP (Barra da Tijuca).

Adriano ficou a maior parte do tempo no banco dianteiro, como constou na sua versão. Depois, foi para o banco de trás, trocando de lugar com a operadora de telemarketing Andréia Ximenes. Quando o jogador foi para o banco traseiro, ao lado de três mulheres, os policiais não conseguiram fechar a porta, o que foi contra o depoimento de Adriene. Antes da reconstituição, aconteceu a acareação entre as partes, que durou pouco mais de quatro horas.

Adriano Andreia delegacia reconstituição (Foto: Marcelo Baltar / Globoesporte.com)

Também na tarde desta quarta-feira, três peritos fizeram uma inspeção no carro onde ocorreu o incidente. Um deles, que preferiu não se identificar, confirmou a perícia realizada no domingo e afirmou que o tiro partiu do banco de trás do carro de Adriano. Em depoimento na segunda-feira, o jogador contou que estava no banco do carona dianteiro. No primeiro depoimento, Adriene declarou que o atacante do Corinthians disparou acidentalmente ao manusear a arma.

Adriano delegacia sonda (Foto: Marcelo Baltar / Globoesporte.com)

Acompanhada por uma mulher, que seria sua advogada, Adriene foi a primeira a chegar à delegacia. Adriano chegou cerca de uma hora depois ao local. Das seis pessoas ouvidas pela polícia, Adriene era a única que dizia que o jogador estava no banco de trás do carro, de onde partiu o tiro.

O advogado de Adriano, Ivan Santiago, o PM reformado Júlio César Barros, proprietário da arma que dirigia o veículo no momento do disparo, e Viviane Faria, outra mulher que também estava no carro, também compareceram. Adriene foi a primeira a ser ouvida pelo delegado Fernando Reis. Depois, foi a vez de Viviane Faria e do funcionário da casa de shows de onde Adriano e o grupo saíram quando houve o disparo. Já ouvido informalmente, ele confirmou a versão de Adriano.

Depois do depoimento do funcionário da casa de shows, peritos, acompanhados pelo advogado do Imperador, fizeram uma inspeção no carro onde ocorreu o incidente. Ao fim do procedimento, o delegado Fernando Reis, que também acompanhou a perícia, falou rapidamente com a imprensa. Ele deixou fotógrafos e câmeras de televisão à vontade para registrar imagens do veículo.

- Aqui vocês vão poder ver tudo o que aconteceu, exatamente do jeito que a gente imaginava. Nossa ideia é fazer tudo da maneira mais transparente possível - afirmou Reis.

A operadora de telemarketing Andreia Ximenes, que também estava no carro de Adriano no momento do tiro, estava confiante no esclarecimento do caso.

- Acho que vai ficar provado que o Adriano é inocente - disse Andreia Ximenes.

DramasAdriano delegacia (Foto: Marcelo Baltar / Globoesporte.com)


Adriano prestou depoimento na 16ª DP no fim da tarde de segunda-feira. O jogador do Corinthians confirmou sua versão de que não foi o autor do disparo e que os exames para detectar a presença de pólvora na mão vão confirmar que ele está dizendo a verdade.

- A arma estava entre os bancos. Ela pegou e disparou acidentalmente. Depois do barulho, nos abaixamos. No momento, ela não sentiu nada. Mas com certeza pegou a arma. Os exames vão sair, e será comprovado que não estou mentindo. Cabe a vocês acreditarem ou não. Quando as coisas acontecem com o Adriano, a repercussão é sempre maior - disse, há três dias.

Adriano ficou duas horas e 15 minutos após a sua chegada, e afirmou que o depoimento "foi tranquilo". Contou que no sábado foi a primeira vez que viu Adriene Cyrillo Pinto, apresentada a ele por um amigo que estava em uma casa noturna. E afirmou que não vai mais pagar pelo tratamento da jovem, que levou um tiro acidental na mão esquerda no carro do atacante:

- A conheci a partir de um amigo que estava na boate. Foi a primeira vez que a vi. O que ela está fazendo não é justo, não tem caráter. Eu ia ajudar, visitar e pagar o tratamento, mas não farei mais. Não tem cabimento fazer isso para uma pessoa que está fazendo isso comigo. Tirei até a minha camisa para ajudá-la. Sou uma pessoa pública, fiquei preocupado com ela e com minha imagem. Mas não vou tentar prejudicá-la, espero que se recupere.

MONTAGEM - CARRO ADRIANO MENINA BALEADA BARRA DA TIJUCA (Foto: Montagem sobre fotos da EFE e de Marcos de Paula / Agência Estado)

A versão do Imperador sobre o ocorrido foi confirmada por outras três testemunhas. A perícia já concluiu que o tiro foi dado do banco traseiro. A arma pertence ao PM reformado Júlio César Barros, amigo de Adriano, que dirigia o veículo. Segundo Fernando Reis, Júlio César foi negligente e terá de responder por isso. Outros amigos do Imperador contaram ao GLOBOESPORTE.COM que o atleta se preocupou em não ocultar provas.

Autor: ,postado em 29/12/2011


Comentários

Não há comentários para essa notícia

Mande uma Resposta

Arquivos

  • Fevereiro de 2020
  • Janeiro de 2020
  • Dezembro de 2019
  • Novembro de 2019
  • Outubro de 2019
  • Setembro de 2019
  • Agosto de 2019
  • Julho de 2019
  • Junho de 2019
  • Maio de 2019
  • Abril de 2019
  • Mar�o de 2019
  • Fevereiro de 2019
  • Janeiro de 2019
  • Dezembro de 2018
  • Novembro de 2018
  • Outubro de 2018
  • Setembro de 2018
  • Agosto de 2018
  • Julho de 2018
  • Junho de 2018
  • Maio de 2018
  • Abril de 2018
  • Mar�o de 2018
  • Fevereiro de 2018
  • Janeiro de 2018
  • Dezembro de 2017
  • Novembro de 2017
  • Outubro de 2017
  • Setembro de 2017
  • Agosto de 2017
  • Julho de 2017
  • Junho de 2017
  • Maio de 2017
  • Abril de 2017
  • Mar�o de 2017
  • Fevereiro de 2017
  • Janeiro de 2017
  • Dezembro de 2016
  • Novembro de 2016
  • Outubro de 2016
  • Setembro de 2016
  • Agosto de 2016
  • Julho de 2016
  • Junho de 2016
  • Maio de 2016
  • Abril de 2016
  • Mar�o de 2016
  • Fevereiro de 2016
  • Janeiro de 2016
  • Dezembro de 2015
  • Novembro de 2015
  • Outubro de 2015
  • Setembro de 2015
  • Agosto de 2015
  • Julho de 2015
  • Junho de 2015
  • Maio de 2015
  • Abril de 2015
  • Mar�o de 2015
  • Fevereiro de 2015
  • Janeiro de 2015
  • Dezembro de 2014
  • Novembro de 2014
  • Outubro de 2014
  • Setembro de 2014
  • Agosto de 2014
  • Julho de 2014
  • Junho de 2014
  • Maio de 2014
  • Abril de 2014
  • Mar�o de 2014
  • Fevereiro de 2014
  • Janeiro de 2014
  • Dezembro de 2013
  • Novembro de 2013
  • Outubro de 2013
  • Setembro de 2013
  • Agosto de 2013
  • Julho de 2013
  • Junho de 2013
  • Maio de 2013
  • Abril de 2013
  • Mar�o de 2013
  • Fevereiro de 2013
  • Janeiro de 2013
  • Dezembro de 2012
  • Novembro de 2012
  • Outubro de 2012
  • Setembro de 2012
  • Agosto de 2012
  • Julho de 2012
  • Junho de 2012
  • Maio de 2012
  • Abril de 2012
  • Mar�o de 2012
  • Fevereiro de 2012
  • Janeiro de 2012
  • Dezembro de 2011
  • Novembro de 2011
  • Outubro de 2011
  • Setembro de 2011
  • Maio de 2011
  • Mar�o de 2011
  • Agosto de 2010
  • Janeiro de 2006
  • Dezembro de 0
  • Publicidade