×

Rui Costa anuncia expansão da linha 1 do metrô até a Barra


Rui Costa anuncia expansão da linha 1 do metrô até a Barra

Ao assinar na manhã desta segunda-feira 9, a Ordem de Serviço para ampliar a linha 1 do Sistema Metroviário Salvador/Lauro de Freitas, em direção a Águas Claras-Cajazeiras, o governador Rui Costa anunciou que pretende levar esta mesma linha até o Shopping Barra, implantando duas novas estações intermediarias a partir da Lapa: uma no Campo Grande e outra próxima do viaduto do bairro da Graça.

A ordem de serviço assinada pelo governador da Bahia tem cerca de 5,5 quilômetros e prevê a construção de duas estações metroviárias, sendo uma, a Estação de Campinas, localizada nas imediações de Campinas de Pirajá na Brasilgás, e a outra, a Estação Águas Claras/Cajazeiras que ficará na Nova Estação Rodoviaria. A expansão será implantada pelo lado esquerdo da Rodovia BR-324, no sentido Salvador - Feira de Santana, tendo início no KM-622, em Pirajá, e o final no KM-616, próximo ao viaduto de Águas Claras.

CAMPO GRANDE

O governador Rui Costa disse, também, que vai planejar e colocar metas para concretizar os seus planos administrativos e entregar, pelo menos, a Estação Campo Grande ainda neste seu segundo mandato. “Todo trecho até a Barra será subterrâneo e realizado por túnel. Quero licitar a obra, no ano que vem (2020), porquê muita gente que mora por aqui, trabalha no Garcia, no Canela, na Vitória, e no Politeama seja como porteiro, babá, empregada doméstica. E essas pessoas entrarão no metro em Águas Claras-Cajazeiras até chegar ao seu destino final com todo conforto”.

Hoje, esse mesmo público citado por Rui Costa vai de metrô de Piraja até a Lapa. De lá, ou segue de ônibus ou então vai a pé. “Estudos preliminares indicam uma demanda inicial de 120 mil pessoas por dia. Com esta expansão responderemos à demanda prevista; completaremos o serviço de qualidade para a população, pois sabemos que quando há embarque e desembarque há sempre um desconforto e perda de tempo. Por outro lado, outras pessoas que ainda não utilizam o metrô porque ele ainda não chega ao Campo Grande, passarão a usar”, acredita o chefe do executivo do Estado.

AUMENTO DA ECONOMIA

O governador Rui Costa afirma, ainda, que o investimento não é apenas e tão-somente em mobilidade urbana. É investimento em infraestrutura para transformar a cidade de Salvador e ampliar a oportunidade de emprego para as pessoas. “O sistema que estamos implantando de mobilidade urbana aumenta a complexidade e a densidade econômica da cidade. Nas vias que já fizemos, novos empreendimentos foram construídos, abrindo oportunidades de trabalho permanente com a instalação de clínicas, postos de gasolina entre outros estabelecimentos comerciais”, reforça.

O prazo de conclusão das obras - assinadas nesta segunda-feira 9 -, tem um prazo de dois anos e meio de duração. Rui defende que tanto a Nova Rodoviária de Salvador quanto a expansão do metroaté Aguas Claras – Cajazeiras sejam concluídas ao mesmo tempo. “Estou querendo um casamento de datas de inauguração”, sugere. Ao mesmo tempo fez um duro comentário sobre as verbas federais. “O metrô tem recursos do governo do Estado e do governo Federal. Mas essa obra, que está funcionando há dois anos,se dependesse do cumprimento de pagamento da União elas estariam paralisadas e inconclusas”.

DÍVIDA DA UNIÃO

E sem qualquer cerimônia, mas com veemência, relatou o que vem ocorrendo. “Ainda, hoje, o governo Federal deve mais ou menos R$110 milhões do que foi feito e pago pelo Estado da Bahia. Formalizei o pedido para eles pagarem o que devem, até porque eles nos devem mais de R$ 500 milhões. Esabe a resposta que eles deram: ‘vocês não seguiram a orientação do governo federal!’. A orientação deles era de parar as obras, ou seja, porque não fizemos no ritmo que eles queriam. É claro, que nem vamos fazer. Porque não queremos parar a Bahia como eles pararam o Brasil”. E foi só encerrar as suas palavras para ser aplaudido de pé por uma grandeplatéia formada, inclusive, por líderes comunitários.

EXPANSÃO

Presente no evento, o presidente da Companhia de Transporte do Estado da Bahia (CTB), Eduardo Copello disse que a expansão da linha em direção a Águas Claras-Cajazeiras terá quase 5km quilômetros de extensão. “O novo tramo será implantado pelo lado esquerdo da Rodovia BR-324, no sentido Salvador/Feira de Santana, começando no KM-622, em Pirajá, e seguindo até o KM-616 (viaduto de Águas Claras). O trecho contará com duas estações: uma em Campinas de Pirajá e outra em Águas Claras/Cajazeiras, onde também será construído um terminal de integração de vários modais: ônibus urbano, metropolitano e metrô”.

Eduardo Copello afirmou, ainda, que com esta expansão, o metro chegará a 38 km. “As obras serão realizadas pelo Consórcio CCINFRA-TSEA-EPC, vencedor da licitação com valor total de R$ 424,6 milhões e a expectativa é de que esse novo trecho possa alcançar 118 mil passageiros por dia. Ao final da obra, a Linha 1 terá 17,5 quilômetros de extensão e duas novas estações, totalizando 10 pontos de parada”, sinalizou.

SISTEMA METROVIÁRIO

Composto por duas linhas, com extensão de quase 33 quilômetros, o Sistema Metroviário de Salvador e Lauro de Freitas transporta diariamente 428 mil passageiros, segundo informou o secretário estadual de Desenvolvimento, Nelson Pelegrino, recém-empossado no cargo. Por sua vez o secretário da Casa Civil, Bruno Dauster adiantou que o metrô vem crescendo 10 km por ano, ”um índice muito alto para qualquer país ou cidade”. Já o presidente da CCR Metrô Bahia, Rodolfo Gonzalez disse que a obra anunciada pelo governador “permite abraçar a política de mobilidade da população de Águas Claras-Cajazeiras;melhorar a qualidade de vida ea jornada das pessoas que hoje gastam mais de duas horas em deslocamento para chegar ao seu destino. “Quando for inaugurado o novo trecho esta pessoa vai viajar por apenas 40 minutos por dia”, cravou.

Com as extensões da Linha 1 (anunciada) e da Linha 2, do Aeroporto até o centro de Lauro de Freitas (depende de aumento do número de passageiros para 6 mil), o sistema metroviário chegará a 42 quilômetros. Segundo o projeto em execução, dentro da ampliação da linha 1, duas passarelas de pedestres, localizadas nas proximidades da loja Makro e em Campinas, passarão por reforma e adequação. Duas outras, em Campinas e Águas Claras, serão construídas para atender à demanda que será criada com o metrô. Além disso, estão previstas obras de ampliação do ramo esquerdo do trevo de Campinas; implantação do sistema de drenagem ao longo da linha do metrô; urbanização e paisagismo, tanto ao longo da linha quanto na via marginal; estações e terminal de integração da Linha 2 (Acesso Norte -Aeroporto).

Considerado um ‘case’ de sucesso na América Latina, pela rapidez na sua implantação e uma referência positiva nos acordos de Parceria Público-Privada em Infraestrutura, o projeto do Sistema Metroviário de Salvador e Lauro de Freitas é uma referência neste segmento para toda América Latina.



Autor postado em 10/12/2019


Comentários

Não há comentários para esse Artigo!

Mande uma Resposta

Arquivos

  • Dezembro de 2019
  • Novembro de 2019
  • Outubro de 2019
  • Setembro de 2019
  • Agosto de 2019
  • Julho de 2019
  • Junho de 2019
  • Maio de 2019
  • Abril de 2019
  • Mar�o de 2019
  • Fevereiro de 2019
  • Janeiro de 2019
  • Dezembro de 2018
  • Novembro de 2018
  • Outubro de 2018
  • Setembro de 2018
  • Agosto de 2018
  • Julho de 2018
  • Junho de 2018
  • Maio de 2018
  • Abril de 2018
  • Mar�o de 2018
  • Fevereiro de 2018
  • Janeiro de 2018
  • Dezembro de 2017
  • Novembro de 2017
  • Outubro de 2017
  • Setembro de 2017
  • Agosto de 2017
  • Julho de 2017
  • Junho de 2017
  • Maio de 2017
  • Abril de 2017
  • Mar�o de 2017
  • Fevereiro de 2017
  • Janeiro de 2017
  • Dezembro de 2016
  • Novembro de 2016
  • Outubro de 2016
  • Setembro de 2016
  • Agosto de 2016
  • Julho de 2016
  • Junho de 2016
  • Maio de 2016
  • Abril de 2016
  • Mar�o de 2016
  • Fevereiro de 2016
  • Janeiro de 2016
  • Dezembro de 2015
  • Novembro de 2015
  • Outubro de 2015
  • Setembro de 2015
  • Agosto de 2015
  • Julho de 2015
  • Junho de 2015
  • Maio de 2015
  • Abril de 2015
  • Mar�o de 2015
  • Fevereiro de 2015
  • Janeiro de 2015
  • Dezembro de 2014
  • Novembro de 2014
  • Outubro de 2014
  • Setembro de 2014
  • Agosto de 2014
  • Julho de 2014
  • Junho de 2014
  • Maio de 2014
  • Abril de 2014
  • Mar�o de 2014
  • Fevereiro de 2014
  • Janeiro de 2014
  • Dezembro de 2013
  • Novembro de 2013
  • Outubro de 2013
  • Setembro de 2013
  • Agosto de 2013
  • Julho de 2013
  • Junho de 2013
  • Maio de 2013
  • Abril de 2013
  • Mar�o de 2013
  • Fevereiro de 2013
  • Janeiro de 2013
  • Dezembro de 2012
  • Novembro de 2012
  • Outubro de 2012
  • Setembro de 2012
  • Agosto de 2012
  • Julho de 2012
  • Junho de 2012
  • Maio de 2012
  • Abril de 2012
  • Mar�o de 2012
  • Fevereiro de 2012
  • Dezembro de 2011
  • Novembro de 2011
  • Outubro de 2011
  • Setembro de 2011
  • Agosto de 2011
  • Julho de 2011
  • Junho de 2011
  • Maio de 2011
  • Abril de 2011
  • Mar�o de 2011
  • Fevereiro de 2011
  • Janeiro de 2011
  • Dezembro de 2010
  • Novembro de 2010
  • Setembro de 2010
  • Abril de 2010
  • Janeiro de 2006
  • Dezembro de 0
  • Publicidade